segunda-feira, 2 de abril de 2012

Trânsito na Av. Antonio Fazanaro é liberado nesta segunda

A Secretaria de Trânsito e Transportes (Semuttran) liberou na manhã desta segunda-feira (2) o trânsito na Av. Antonio Fazanaro (Higienópolis), a partir da Av. Dr. Paulo de Moraes, que tem 1,5 km de extensão. No domingo (1º) o prefeito Barjas Negri entregou o viaduto Soldado Dener Franscico de Lima, sobre a Av. 31 de Março. O trecho faz parte do Plano de Mobilidade Viária e vai desafogar o trânsito da cidade, que vê o número de veículos subir ano a ano, e hoje conta com uma frota de 240 mil automóveis.

As equipes da Secretaria de Obras (Semob) continuam trabalhando no trecho. São feitos os últimos retoques na rotatória entre as ruas Prof. Lauro Alves C. de Almeida, Visconde do Rio Branco, José Corder e Av. Antonio Fazanaro (Higienópolis). A alça de  acesso da Av. 31 de março para a Av. Dr Paulo de Moraes está sendo alargada. O trecho, que está entre os dois viadutos, será duplicado e passará a ter dois sentidos de direção.

Com a abertura do último trecho da Av. Antonio Fazanaro (Higienópolis), entre a rua Ernesto G. Rizzi e a Av. Dr. Paulo de Moraes, o trânsito passou por modificações e o motorista ganhou mais opções. O novo viaduto, onde havia a linha da Fepasa, tem mão de direção no sentido Centro-Bairro, enquanto que o antigo (Hiroaki Torigoi), antes de mão dupla, fica com tráfego no sentido Bairro-Centro. A rua Prof. Lauro Alves C. de Almeida passa a ser mão única, em duas pistas, no sentido Bairro-Centro.

Na rotatória no encontro das ruas Prof. Lauro Alves C. de Almeida, Visconde do Rio Branco, José Corder e Av. Antonio Fazanaro (Higienópolis), o motorista, vindo da nova avenida, poderá seguir pelas ruas Visconde do Rio Branco, José Corder ou fazer o retorno. Quem antes vinha da Av. 31 de Março, pela alça de acesso, era obrigado a seguir pela Av. Dr. Paulo de Moraes, no sentido Centro. Com a rotatória, agora pode seguir em direção a Av. Luciano Guidotti pela nova avenida.

As obrasAntes do início das obras, foi preciso vencer um longo caminho até a autorização da concessionária ALL (América Latina Logística), responsável pelo passivo da antiga estrada de ferro, e da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). “Cumpridos os trâmites burocráticos, iniciamos a primeira etapa com a construção do primeiro quilômetro em pista dupla, fazendo a integração das avenidas Dr. Paulo de Moraes, Luciano Guidotti e Alberto Vollet Sachs. Esse trecho foi aberto em outubro de 2011. Na sequência executamos o viaduto sobre a Av. 31 de Março, com 47m de extensão por 7,20m de largura, aproveitando a estrutura da antiga ponte da linha férrea. Por fim, a última etapa fechou o trecho de 580m que liga o viaduto à Av. Dr. Paulo de Moraes”, explicou Arthur Ribeiro, secretário de Obras. Também compõem esse projeto as rotatórias construídas entre o Spazzio de Fatto e a CNA (antiga Coopersucar), e ao lado da Faculdade Anhanguera.

Esta avenida de 1,5 km, construída sobre o antigo leito da ferrovia, foi projetada em 2010, dentro do Plano de Mobilidade Viária que norteia as ações urbanas da cidade, para criar um corredor binário ligando duas regiões populosas: Paulista/Paulicéia e Piracicamirim/Morumbi. Além de compor o chamado “corredor Norte-Sul”, que vem desde Santa Teresinha e segue até o Taquaral, a Av. Antonio Fazanaro (Higienópolis) melhora a fluidez do tráfego nas avenidas Dr. Paulo de Moraes, Independência, Alberto Vollet Sachs e Luciano Guidotti, além do bairro Higienópolis.

Paulo Prates, secretário de Trânsito e Transportes, enfatizou que, antes, os motoristas que pretendiam acessar a avenida Comendador Luciano Guidotti, no Jardim Elite, vindos da avenida Dr. Paulo de Moraes, tinham que cortar o Higienópolis. A mesma dificuldade sentiam os moradores, que reclamavam dos transtornos provocados pela circulação de veículos dentro do bairro.

Raio X da obraAvenida Antonio Fazanaro (Higienópolis) – 1.580 metros
Área de pavimento – 19.861m²
Rede de águas pluviais – 1.722m
Guia – 5.239m
Recapeamento – 6.675m²
Largura média da pista – 8m (2 faixas em cada sentido)
Plantio de grama – 13.448m²
Passeio em concreto (calçada) – 6.000m²

Nenhum comentário:

Postar um comentário